segunda-feira, 14 de março de 2016

Trabalhando valores




O cumprimento


Hoje pela manhã, quando vocês acordaram, quais foram as primeiras pessoas que viram?

O professor deve incentivar respostas.


Pois bem, quem de vocês deu bom dia para essas pessoas?

O professor deve incentivar respostas.


É muito bom cumprimentar as pessoas sempre. A gente se sente bem quando recebe um alegre bom-dia, boa-tarde ou boa-noite. Não é verdade?
Quando dizemos bom-dia para alguém, estamos desejando a essa pessoa um dia realmente bom, e, quando ela nos responde da mesma forma, também está desejando para nós um dia bom.
Assim, estamos passando para essa pessoa uma energia boa e ao mesmo tempo recebendo dela uma boa energia.
Essa questão das energias é muito interessante e é fácil de verificar. Muitas vezes acontece de estarmos de baixo astral, e, ao encontrar alguém que nos acolhe com um largo sorriso e um alegre bom dia, além de um abraço amigo, o “baixo astral” vai embora.
Também é muito comum estarem algumas pessoas num ambiente meio carregado e aí entra alguém de “alto astral”, que cumprimenta os demais com alegria e afeto, e o ambiente muda logo, fica mais leve.
Os grandes mestres da humanidade sempre disseram que aquilo que queremos para nós devemos fazer para os outros. Então, vamos começar a cultivar o bom- dia, a boa-tarde e o boa-noite. Vocês concordam?


O professor deve incentivar respostas e socializar a discussão, relembrando o valor que foi ensinado.

Deve também incitar os alunos a compartilharem com seus familiares o que tiverem aprendido nessa aula.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

O pobre e o rico

Em tempos muito remotos, quando o bom Deus ainda andava pela terra entre os homens, certa tarde, após ter caminhado muito, sentiu-se can...