domingo, 23 de outubro de 2011

Nem sempre eles se destacam pelos livros que escreveram.

Monteiro Lobato, Carlos Drummond de Andrade, Clarice Lispector. Nenhum deles ocupou cadeira na Academia Brasileira de Letras (ABL). Em compensação, Ivo Pitanguy, José Sarney e Paulo Coelho estão entre os atuais 40 imortais, o que mostra que não são só as letras que contam.

O estatuto da ABL explica em seu 2º artigo que “só podem ser membros efetivos da Academia os brasileiros que tenham, em qualquer dos gêneros de literatura, publicado obras de reconhecido mérito ou, fora desses gêneros, livro de valor literário”. Na prática, ocupa a vaga quem fizer o melhor lobby entre os 39 imortais que, em de voto secreto, escolhem seu próximo colega.

E mais uma eleição se aproxima. Em 28 de fevereiro faleceu o bibliófilo José Mindlin, que desde 2006 ocupava a cadeira 29. Em 4 de março, quando foi declarada vaga na Sessão da Saudade, já despontaram vários e variados candidatos, como o cartunista Ziraldo, o sambista Martinho da Vila e o diretor da Biblioteca Nacional, Muniz Sodré. Mas as apostas repousam em Eros Grau, que já ocupa uma cadeira cobiçada: ele é ministro do Supremo Tribunal Federal.

Mas fãs de ironias históricas devem torcer para o embaixador Geraldo de Holanda Cavalcanti, casado com a escritora Dirce de Assis Cavalcanti, filha de Dilermando de Assis. Em 1909, Dilermando matou, em legítima defesa, Euclides da Cunha, que ocupava a cadeira n° 7 da ABL. Exatos 101 anos depois, o genro de um assassino de imortal se tornando imortal – dava um livro.

Cadeira Nome Eleição Área de atuação

1 Ana Maria Machado 2003 Literatura
2 Tarcísio Padilha 1997 Meio Acadêmico
3 Carlos Heitor Cony 2000 Literatura
4 Carlos Nejar 1988 Literatura
5 José Murilo de Carvalho 2004 Meio Acadêmico
6 Cícero Sandroni 2003 Jornalismo
7 Nelson Pereira dos Santos 2006 Cinema
8 Cleonice Berardinelli 2009 Meio Acadêmico
9 Alberto da Costa e Silva 2000 Meio Acadêmico
10 Lêdo Ivo 1986 Literatura
11 Helio Jaguaribe 2005 Meio Acadêmico
12 Alfredo Bosi 2003 Meio Acadêmico
13 Sergio Paulo Rouanet 1992 Meio Acadêmico
14 Celso Lafer 2006 Direito / Diplomacia
15 Pe. Fernando Bastos de Ávila 1997 Religião
16 Lygia Fagundes Telles 1985 Literatura
17 Affonso Arinos de Mello Franco 1999 Jornalismo
18 Arnaldo Niskier 1984 Literatura
19 Antonio Carlos Secchin 2004 Literatura
20 Murilo Melo Filho 1999 Jornalismo
21 Paulo Coelho 2002 Literatura
22 Ivo Pitanguy 1990 Medicina
23 Luiz Paulo Horta 2008 Jornalismo
24 Sábato Magaldi 1994 Meio Acadêmico
25 Alberto Venâncio Filho 1991 Direito / Diplomacia
26 Marcos Vinicios Rodrigues Vilaça 1985 Direito / Diplomacia
27 Eduardo Mattos Portella 1981 Direito / Diplomacia
28 Domício Proença Filho 2006 Meio Acadêmico
29 José Mindlin – cadeira vaga 2006 Direito / Diplomacia
30 Nélida Piñon 1989 Literatura
31 Moacyr Scliar 2003 Literatura
32 Ariano Suassuna 1989 Literatura
33 Evanildo Cavalcante Bechara 2000 Meio Acadêmico
34 João Ubaldo Ribeiro 1993 Literatura
35 Cândido Mendes 1989 Política
36 João de Scantimburgo 1991 Jornalismo
37 Ivan Junqueira 2000 Jornalismo
38 José Sarney 1980 Política
39 Marco Maciel 2003 Política
40 Evaristo de Moraes Filho 1984 Direito / Diplomacia


Leia mais em: http://ebooksgratis.com.br/category/informacao-e-cultura/curiosidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

O pobre e o rico

Em tempos muito remotos, quando o bom Deus ainda andava pela terra entre os homens, certa tarde, após ter caminhado muito, sentiu-se can...